Wellness

Postado em 12 de Agosto de 2019

Hidratação do corpo

O nosso corpo necessita de água para sobreviver e funcionar adequadamente. O ser humano não consegue viver sem beber água por mais de alguns dias – dependendo do tempo, os níveis de atividade e de outros fatores. Embora geralmente ela não seja tratada com a devida importância, nenhum outro nutriente é tão necessário com tamanha frequência e quantidade. A água ajuda a regular a temperatura corporal e o funcionamento dos órgãos, elimina toxinas, auxilia na lubrificação de mucosas e, por ser um solvente, age como um veículo de transporte de nutrientes. Um volume satisfatório de água viajando pelos nossos vasos sanguíneos garante que todo o organismo seja irrigado e bem nutrido de sangue. Já a desidratação favorece a queda da pressão arterial, ameaçando vários órgãos.

Hidratação correta: todo o seu corpo agradece

A água compõe a maior parte das células do nosso organismo, também, ajuda a lubrificar nosso cérebro e articulações, amortecendo impactos. Os músculos e o cérebro possuem cerca de 75% de água, o sangue e os rins possuem 81%, o fígado possui perto de 71%, os ossos cerca de 22% e o tecido adiposo por volta de 20%. Esses são só os principais componentes do nosso organismo que mostram a importância da hidratação.

A hidratação corporal depende do equilíbrio entre a entrada e saída de água, que estão sob controle homeostático e mecanismos que modificam as vias excretoras e estimulam o consumo (sede). Assim, a hidratação segue uma lei natural do organismo: se ele precisa de água, sentimos sede, caso a água esteja sobrando, ela será eliminada. E por falar em eliminar, beber bastante água auxilia na prevenção dos cálculos renais. Quanto maior a fluidez do líquido filtrado pelos rins, menor a probabilidade de a urina concentrar partículas sólidas que, agrupadas, dão origem a essas pedrinhas indesejadas.

Intestino regulado: isso mesmo: se você ingerir a cota diária de água ideal para seu corpo dará um empurrãozinho no trânsito intestinal e evitará a temida prisão de ventre. A água não só deixa o bolo fecal mais pastoso como estimula os movimentos peristálticos que o mandam embora do corpo. Mas qual seria essa cota ideal de ingestão? Você com certeza já ouviu sobre os 2 litros de água que devemos tomar por dia, certo? Mas na verdade, estudos mais recentes indicam que adulto saudável deve ingerir em torno de 35 ml de água por quilo. Sendo assim, digamos que seu peso seja de 65kg, você deve multiplicar o seu peso pela quantidade de “mls” indicada. Fica assim: 65×35 igual a 2.275, logo a quantidade de água indicada para você beber diariamente é de 2.275 mls de água.

 

5 dicas simples que irão ajudar você a beber mais água

1.  Dê um toque de sabor: nenhum outro líquido substitui a água, mas caso você tenha dificuldades em ingeri-la pura, tente acrescentar “gostinhos” naturais para saborizá-la (como rodelas de limão ou laranja, pedacinhos de gengibre ou folhas de hortelã). Os chás com ervas também são uma opção para incentivar o consumo de água, mas atenção, não coloque açúcar ou adoçantes. Refrigerantes e bebidas alcoólicas não entram na lista de bebidas que fazem bem para a saúde, portanto evite-os e prefira sempre uma água fresca.

2. Conte com ajuda da tecnologia: esperar pela sua memória ou para quando realmente estiver sentindo sede é arriscado. Para facilita, é possível recorrer à tecnologia. Existem diversos aplicativos que tem como objetivo lembrá-lo de beber água. Se não quiser usar nenhum app, você também pode colocar alarmes de lembrete no seu celular a cada hora, por exemplo.

3. Tenha sempre uma garrafinha com você: como não é sempre que estamos perto da geladeira ou filtro de água, é importante ter sempre a mão uma garrafinha cheia. Esse hábito ajuda a manter sempre em mente que é necessário beber água regularmente e também ajuda a trazer saciedade ao organismo.

4. Beba água com gás e limão: essa é uma dica especial para quem gosta de refrigerante: trocar pela água com gás e limão. Refrigerantes e vários tipos de bebidas adoçadas possuem alta proporção de água, mas contêm açúcar ou adoçantes artificiais e vários aditivos, razão pela qual não podem ser considerados fontes adequadas para hidratação.

5. Alimentação saudável: a ingestão de alimentos também é uma forma de contribuir para a hidratação do organismo. Alimentos como pepino, melão, melancia, morango, abobrinha e tomate possuem grandes concentrações de água em sua composição. Verduras e legumes cozidos ou na forma de saladas costumam ter mais do que 90% do seu peso em água.

Ah, também é importante ficar atento às crianças, que com tantas atividades e brincadeiras acabam esquecendo de beber a quantidade suficiente para acompanhar seu pique.

Então, já bebeu quantos copos de água hoje?